Open navigation

Palavra da Presidente

Em 2017, a APESC celebrou 55 anos de atuação e de comprometimento com a educação e a saúde da sociedade. É motivo de grande orgulho olhar para essa trajetória e perceber que, apesar das dificuldades, a Instituição manteve um crescimento contínuo, superando as expectativas do momento de sua criação.

Através da ação de suas mantidas: a Universidade da Santa Cruz do Sul – UNISC, a Escola de Educação Básica Educar-se, o Centro de Educação Profissional da UNISC – CEPRU e o Hospital Santa Cruz – HSC, nas áreas da educação e da saúde, a APESC direciona seus esforços para o desenvolvimento da região do Vale do Rio Pardo e das demais regiões onde atua.

O Relatório de Responsabilidade Social e o Balanço Social, apresentados anualmente, são uma forma de prestar contas aos diversos públicos da Entidade. Essa publicação evidencia as ações realizadas pelas mantidas e os números que são importantes indicadores do movimento feito em prol do desenvolvimento social, econômico e ambiental, fomentando o exercício da cidadania e da inclusão social e fortalecendo a identidade comunitária da APESC.

Encerramos mais um ano de desafios, que exigiu empenho e criatividade por parte de todos na superação dos problemas para o alcance dos objetivos institucionais. Contudo, temos bons parâmetros para verificar que a APESC continua firme no propósito de sua missão que é promover o desenvolvimento social, ampliando e qualificando os serviços prestados por suas mantidas. Em 2017, foram quase 500 mil pessoas beneficiadas por projetos, ações e contribuições sociais na saúde, educação, em políticas e direitos sociais, desenvolvimento tecnológico e ambiental, diversificação econômica, assistência jurídica, arte e cultura.

Agradecemos a todos que fazem parte dessa trajetória; sigamos em frente, com disposição e entusiasmo, para fortalecer e ampliar a excelência dos serviços prestados.

Carmen Lucia de Lima Helfer

Profª Carmen Lúcia de Lima Helfer,

Presidente da APESC.

APESC-1-1024x521-1024x521

A Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul (Apesc) foi fundada com o objetivo de promover ações em favor do desenvolvimento e do aperfeiçoamento do ensino em todos os seus graus, criando escolas técnicas e faculdades na região. Surgiu por iniciativa de lideranças da comunidade situada no interior gaúcho, que viam com preocupação o êxodo de seus jovens que, ano após ano, saíam de sua terra natal, dirigindo-se a outros centros em busca de formação.

Desde o início, a Apesc teve uma vocação pública, nunca tendo permitido a inclusão de pessoas físicas como associadas. Foi constituída e sempre foi dirigida e fiscalizada por pessoas representantes de entidades, conselhos, sindicatos e associações da comunidade.

Passados 55 anos, a Associação vê com orgulho o desenvolvimento de suas mantidas – a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), a Escola de Educação Básica Educar-se, o Centro de Educação Profissional da Unisc (Cepru) e o Hospital Santa Cruz (HSC) –, respeitando a autonomia de cada uma delas. Mantém-se, no entanto, alerta e disposta a ouvir, aconselhar e ser aconselhada, respaldando suas ações. As mantidas são conhecidas pela qualidade, pela capacidade de inovação, pela ética e pelo compromisso assumido com os valores humanos e com a comunidade.

Missão e Visão

Missão

Promover o desenvolvimento regional por meio da criação e/ou instituição e manutenção de instituições de educação, saúde e comunicação que prestem serviços sem fins lucrativos com responsabilidade socioambiental.

Visão

Ser uma Associação Comunitária de referência Nacional em serviços de educação, de saúde, de preservação ambiental e de comunicação social, pela alta qualidade, confiabilidade e responsabilidade social de suas ações.


Objetivos

– Criar, instalar e manter estabelecimentos de ensino de nível superior e de outros níveis, bem como estabelecimentos de saúde, todos sem fins lucrativos, de natureza assistencial;

– Mobilizar recursos econômicos, técnicos e humanos no sentido da manutenção e do desenvolvimento da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) e das demais mantidas;

– Atuar nas diversas áreas de conhecimento, bem como nas áreas de esporte, comunicação, educação ambiental, turismo ecológico e na preservação e conservação do meio ambiente;

– Prestar serviços especializados a pessoas jurídicas de direito público e/ou privado, nacionais e/ou estrangeiras, notadamente nas áreas de atuação de suas mantidas, no ensino, na pesquisa, na extensão e nas áreas social, jurídica, de saúde, de engenharia, de arquitetura, de arqueologia e nas áreas técnicas e de tecnologia em geral, conforme seus estatutos, regimentos e/ou regulamentos.


Histórico

A história da Apesc teve início em 17 de março de 1962, quando a Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul foi fundada. A partir da sua criação, deu-se início a intensos trabalhos para atender a um grande anseio da comunidade: a abertura dos primeiros cursos superiores em Santa Cruz do Sul. Esse objetivo começou a ser atingido em 1964, com a criação da Faculdade de Ciências Contábeis, com o curso de Ciências Contábeis.

Nos anos seguintes, foram sendo instaladas as Faculdades de Filosofia, Ciências e Letras, em 1967; de Direito, em 1968; e a Escola Superior de Educação Física, em 1970. Em 1981, o somatório dessas quatro faculdades deu origem às Faculdades Integradas de Santa Cruz do Sul (Fisc). Naquele mesmo ano, a Fisc passou a oferecer cursos em regime especial de férias, possibilitando a formação de professores nos cursos de licenciatura.

Em 1984, a busca pela implantação de uma escola de 1º e 2º graus deu origem à Escola de Educação Básica Educar-se.

Com a implementação de novos cursos superiores, em 1993 a Fisc foi reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) como universidade, passando a ser denominada Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc).

A partir de 1998, a Unisc passou a ofertar cursos de graduação fora da sua sede. Atualmente, está presente nos municípios de Sobradinho, Capão da Canoa, Venâncio Aires e Montenegro. Além da atuação na educação superior e básica, a partir de 1999 a Apesc também passou a oferecer cursos técnicos, com a criação do Centro de Educação Profissional da Unisc (Cepru).

A diversificação de atividades prosseguiu em 2003, com a aquisição do Hospital Santa Cruz (HSC), maior e mais antiga casa de saúde de Santa Cruz do Sul e o principal centro de saúde do Vale do Rio Pardo. Trata-se de uma Instituição sem fins lucrativos, que tem o compromisso de garantir à comunidade saúde com qualidade, dignidade e infraestrutura adequada.

Os bons resultados em todas as avaliações do MEC e as muitas premiações obtidas mostram que a Associação e suas mantidas estão no caminho certo. O conjunto de iniciativas voltadas à educação, à saúde e à assistência social, somado ao lançamento constante de novos cursos de graduação e de pós-graduação e à instalação de unidades em diversos municípios, reiteram a seriedade e o engajamento da Apesc no compromisso com o desenvolvimento contínuo da comunidade.


Estrutura administrativa

A Apesc promove a participação da comunidade local na tomada de decisões, estimulando a democracia na forma como os rumos de suas mantidas são decididos. Três instâncias respondem por esse trabalho:

Assembleia Geral Comunitária: formada por 77 associados de variados segmentos da comunidade local, representantes de órgãos públicos, educandários, iniciativa privada, organizações não governamentais, sindicatos e entidades da sociedade civil organizada.

Conselho Superior: integrado por 11 pessoas, sendo elas: Presidente e Vice-Presidente da Apesc, Reitora e Pró-Reitor de Administração da Unisc, Presidente da Associação dos Docentes da Unisc (Adunisc) e seis membros eleitos pela Assembleia Geral Comunitária.

Direção: constituída por Presidente e Vice-Presidente, atualmente, Professora Carmen Lúcia de Lima Helfer e Jacob Braun, respectivamente.


Responsabilidade Social e Ambiental

O compromisso de responsabilidade social, assumido pela Apesc, está presente no seu exercício diário de conscientizar, humanizar, formar profissionais e informar cidadãos. Por isso, ciente da importância das suas iniciativas nas áreas da saúde, da educação, da assistência social e do meio ambiente, a Apesc presta serviços à sociedade, por meio de suas mantidas, buscando capacitar e promover o crescimento social e intelectual das pessoas, articulando estratégias de mobilização comunitária, de inclusão social e de desenvolvimento sustentável.

Recursos Humanos Apesc

Os colaboradores da Apesc (Unisc, Cepru, Escola Educar-se e Hospital Santa Cruz), lotados em suas diversas mantidas, distribuem-se por:

 

 

 

Canais de comunicação da Apesc

Ouvidoria da Unisc

O serviço de Ouvidoria, disponibilizado pela Apesc Educação (Unisc, Educar-se e Cepru), funciona como um canal de comunicação com os seus públicos, por meio do qual qualquer pessoa pode manifestar democraticamente suas opiniões. O setor recebe consultas, elogios, sugestões e reclamações, os encaminha aos setores competentes e transmite as respostas aos solicitantes.

Em 2017, foram contabilizados 809 atendimentos na Ouvidoria:

Jornal da Unisc

O Jornal da Unisc tem versões impressa e digital. Por meio dele são divulgadas informações e novidades sobre as atividades de ensino, de pesquisa e de extensão da Universidade. O jornal pode ser retirado gratuitamente em 38 pontos, os quais abrangem todos os cinco campi da Unisc, escolas, estabelecimentos comerciais, espaços culturais e locais de grande circulação de pessoas.

Internet e Intranet

Com a finalidade de encurtar as distâncias e tornar a comunicação dinâmica e acessível, os sites funcionam como importantes canais, divulgando informações institucionais para os públicos interno e externo, além de possibilitarem o contato rápido entre os setores.

www.unisc.br

www.educar-se.unisc.br

www.unisc.br/cepru

www.intra.unisc.br

www.intra.unisc.br/vetorhweb

Facebook

Unisc – Informa aos alunos e à comunidade sobre tudo o que acontece na Instituição, além de promover ações que visam à melhor interação com o público.

facebook.com/unisc

Escola Educar-se – compartilha informações e fotos sobre o que acontece na Escola.

facebook.com/EscolaEducarSe

Twitter

Canal de diálogo entre os estudantes e as instituições de ensino (Unisc e Escola Educar-se). Os alunos são avisados sobre o universo acadêmico e estudantil e tiram suas dúvidas sobre os eventos e os assuntos que envolvem as instituições.

twitter.com/unisc

twitter.com/escolaeducarse

Youtube

Utilizado para divulgar os vídeos das campanhas e das ações institucionais.

youtube.com/Uniscscs

As atividades e os eventos realizados pela Escola são divulgados ao público interno e externo por meio de diversos canais de comunicação, como: blogs, newsletter, e-mails e mídia impressa. Entre eles está o informativo Acontece na Educar-se, que reúne ações realizadas pelo educandário.

youtube.com/educarseescola

Hospital Santa Cruz (HSC)

Site

O principal canal de comunicação do HSC na internet é o seu site (www.hospitalstacruz.com.br), que permite o contato direto da comunidade com os diversos setores da Instituição. Por meio dele são divulgadas todas as informações institucionais do Hospital, como histórico, estrutura, números, projetos, programas e serviços realizados.

O site também apresenta o álbum de fotos dos bebês nascidos e permite que os usuários possam enviar mensagens aos pacientes que estão internados, acessar os serviços do CDII e ler as últimas notícias e as reportagens do Informativo HSC, assim como enviar elogios, reclamações ou sugestões para o setor de Ouvidoria.

Blog Pequenos Valentes do HSC

(Pequenos Valentes)

Tem como objetivo compartilhar histórias dos bebês que ficam internados, por determinado período, na Unidade de Cuidados Intermediários e na UTI Neonatal do HSC, com fotos dos pequenos em estilo newborn produzidas pela equipe de enfermagem do Hospital. A intenção é proporcionar aos bebês e aos pais a oportunidade de registrar seus primeiros dias/meses de vida de maneira especial e compartilhar relatos de vida que trazem inspiração, amor e coragem para o cotidiano.

Revista de Epidemiologia e Controle de Infecção (Reci)

Periódico oficial do Núcleo de Epidemiologia do HSC e do Programa de Pós-Graduação em Promoção da Saúde – Mestrado, da Unisc. Visa integrar a assistência/ensino, compartilhando as experiências em epidemiologia e controle de infecção. A periodicidade é trimestral e, em 2017, foram realizadas 43 publicações. Desde sua criação, em 2011, houve 144.218 acessos a artigos originais de pesquisa clínica e experimental, artigos de revisão sistemática de literatura, metanálise, artigos de opinião, comunicações e cartas ao editor, sendo 11.589 visualizações no ano de 2017. A revista é totalmente liberada para o acesso, disponível on-line no site do Hospital Santa Cruz (www.hospitalstacruz.com.br) e no site da Unisc (www.unisc.br).

Fôlderes

Por meio dos fôlderes são compartilhadas informações específicas com os pacientes e a comunidade em geral. Dentre os temas divulgados estão aleitamento materno, campanha de doação de órgãos, serviços oferecidos pelo CDII e informações sobre o funcionamento da UTI Adulto, das UTIs Neonatal e Pediátrica, da Unidade de Cuidados Intermediários, do Centro Cirúrgico, das Unidades de Internação, entre outros.

Informativo HSC

Veículo de comunicação institucional que tem como objetivo divulgar os projetos desenvolvidos pela Instituição, bem como as ações e os serviços prestados à comunidade. Possui, ainda, espaço destinado à publicação de artigos de médicos do corpo clínico do Hospital.  A distribuição é gratuita, trimestral, com tiragem de mil exemplares destinados a funcionários, médicos, autoridades políticas e da área da saúde, empresas e hospitais da região, consultórios médicos e clínicas.

Redes Sociais

Twitter: Além de servir para informar os internautas, o perfil do HSC no Twitter também é uma via de prestação de serviços para os seguidores. A ferramenta reúne dicas de saúde (prevenção de infecções, qualidade do sono e alimentação) com apoio de setores especializados, como a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar e o Serviço de Nutrição e Dietética do Hospital, e o Instituto do Sono e Neurofisiologia (Insone). O perfil do HSC é twitter.com/ac_hsc.

Facebook: O HSC possui uma página no Facebook (www.facebook.com/hospitalstacruz), recurso que permite maior interação entre os funcionários com o compartilhamento de fotos e de atividades realizadas na Instituição, além de ser mais uma opção para a divulgação de notícias e de serviços aos seguidores e aos visitantes do perfil.

Instagram: Fotos e vídeos curtos podem ser compartilhados por meio do Instagram do HSC. O perfil é: asscom.hospitalstacruzrs.

Flickr: No endereço www.flickr.com/hospitalsantacruz podem ser encontradas centenas de fotos de eventos, ações, projetos e programas desenvolvidos no Hospital, organizadas por álbuns e disponíveis para download.

YouTube: O HSC também conta com um canal no YouTubewww.youtube.com/user/HospitalSantaCruzRS.

Satisfação dos usuários

A Ouvidoria do Hospital Santa Cruz promove pesquisas mensais de satisfação junto aos pacientes internados, com o intuito de avaliar os serviços prestados e a estrutura física oferecida. Em 2017, foram aplicadas 1.829 pesquisas, tendo o índice de satisfação global sido de 98% de aprovação, sendo 98% para pacientes SUS e 98% para pacientes particulares e outros convênios.

Capacitação e desenvolvimento

Desenvolvimento Humano – Capacitação e Desenvolvimento

  • Integração de Novos Funcionários: foram promovidas 10 integrações para novos empregados, somando um total de 62 participantes.
  • Programa de Capacitação: foram realizadas 92 capacitações na Unisc, contabilizando 3.017 horas de capacitação investidas no pessoal técnico–administrativo e nos docentes da Instituição. Tal ação atingiu um total de 1.186 empregados. Para o Programa, o Setor de Recursos Humanos contou com 35 capacitadores internos e sete capacitadores externos, somando um total de 42 capacitadores que atuaram no Programa em 2017.
  • Bolsas de Línguas: a presente modalidade contou com 12 funcionários contemplados de acordo com os critérios do Modelo Integrado de Gestão de Pessoas.
  • Bolsas de Pós-Graduação e de Extensão: em 2017, sete técnicos administrativos foram contemplados com bolsas para cursos de pós-graduação lato sensu e oito com horas de afastamento para programas de pós-graduação stricto sensu.
  • Cursos e Eventos Externos: no ano de 2017, 34 técnicos foram contemplados nessa modalidade.

Programa Pertencer

Trata-se de uma iniciativa para promover a inclusão das pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Para tanto, o Programa incentiva a contratação, o acolhimento e o desenvolvimento de pessoas com deficiência, assim como dos grupos de trabalho nos quais elas venham a atuar. Além disso, busca a acessibilidade desse público a programas de qualificação e de desenvolvimento e a atividades do ensino formal na Universidade. O Programa abrange técnicos administrativos, docentes, gestores, aprendizes, estagiários curriculares e extracurriculares e acadêmicos.

Recrutamento e Seleção

  • Em 2017, foram 83 Processos Seletivos realizados pelo Setor de Recursos Humanos. Destes, cinco foram de Recrutamento Interno, contabilizando um total de 1.906 inscritos, dos quais 72 são empregados da Instituição.
  • Foram selecionados 79 técnicos administrativos e 49 estagiários nos processos seletivos realizados no ano de 2017.

Benefícios

Dentro da política da Apesc de valorização do funcionário, são oferecidos aos técnicos administrativos e aos docentes da Unisc, da Escola Educar-se e do Cepru os seguintes benefícios:

  • Auxílio-creche;
  • Desconto nas mensalidades da Escola Educar-se;
  • Desconto nas mensalidades de cursos de graduação da Unisc, conforme convenção coletiva de trabalho;
  • Plano de saúde e odontológico;
  • Vale-alimentação para os técnicos administrativos;
  • Seguro de vida;
  • Programa de capacitação para docentes e técnicos administrativos; e
  • Programa Asas e Asas Junior de Qualidade de Vida.

Os empregados terceirizados também têm o benefício de participar das capacitações para os técnicos administrativos.

Programa Asas Qualidade de Vida

Ofertado gratuitamente para funcionários, aprendizes e estagiários remunerados, o Programa Asas Qualidade de Vida promove variadas atividades físicas, que visam à integração do sujeito em seu estado físico-psíquico-social.

O Programa é realizado no campus da Unisc de Santa Cruz do Sul e oferece as seguintes modalidades: ginástica laboral, musculação, ioga, atividades aquáticas, dança de salão, judô e power dance mix. Já os campi de Venâncio Aires, de Capão da Canoa e de Montenegro possuem convênio com academias, em parceria com instituições dos respectivos municípios.

Outra prática adotada pelo Setor de Recursos Humanos da Unisc, por meio do SESMT, é a possibilidade de os funcionários serem encaminhados para sessões de psicoterapia, com o auxílio da Instituição no suporte dos custos. Sendo diagnosticada a necessidade de um acompanhamento psicológico, os empregados podem realizar o tratamento com profissionais, credenciados pelo Setor de Recursos Humanos/SESMT, nos seus respectivos consultórios, e receber o auxílio de pagamento, com base em uma tabela que informa o desconto de acordo com os cargos.

Programa Asas Júnior de Qualidade de Vida

Visa sensibilizar os funcionários e os estagiários remunerados para que, junto com seus filhos, tenham uma vivência com qualidade, alegria e saúde. Esse programa prevê a integralidade do indivíduo por meio da aproximação da família, promovendo o bem-estar e a qualidade de vida, atendendo às diferentes necessidades das crianças e das famílias em um ambiente especialmente preparado para elas.

Atualmente, são cinco as modalidades oferecidas: natação, judô, patinação, basquete e ginástica de trampolim. Cabe salientar que o objetivo do programa não é o de formar campeões, mas sim estimular as crianças à prática de exercícios físicos e à competição de forma saudável.

Ginástica Laboral

Uma das maneiras de estimular práticas saudáveis no ambiente de trabalho é por meio da ginástica laboral, tarefa que é realizada duas vezes por semana, em sessões que duram entre 10 e 15 minutos. As atividades da ginástica laboral variam de acordo com as necessidades dos beneficiados, como exercícios de respiração, de relaxamento, aeróbicos, de alongamento e de fortalecimento muscular. Todos os anos, a educadora física realiza uma avaliação física com os participantes dessa modalidade, com o objetivo de fornecer dados que irão auxiliar na prescrição de exercícios, motivar os alunos para alcançar metas estabelecidas e orientá-los sobre o conceito de aptidão física e seu corpo, a fim de identificar possíveis riscos e motivá-los para uma atividade física.

Acidentes de trabalho

A Apesc Educação contabilizou quatro acidentes de trabalho em 2017.

Evolução de acidentes de trabalho:

2015 2016 2017
07** e 10*** 01*, 02** e 05*** 02** e 02***

* Acidentes perfuro-cortantes
** Acidentes típicos
*** Acidentes de trajeto

A Apesc Saúde contabilizou 44 acidentes de trabalho em 2017.

O SESMT manteve o foco nas integrações de novos funcionários, realizando treinamentos por meio de Ordens de Serviço específicas, aplicadas em diversas áreas da Instituição. Foram, ainda, realizadas capacitações direcionadas aos gestores, com o objetivo de reduzir o número de acidentes e reforçar o fluxo para notificação de acidentes de trabalho.

No Serviço de Medicina do Trabalho foram realizados 1.178 atendimentos, entre avaliações, exames admissionais, demissionais, periódicos, mudança de função e retorno ao trabalho. Foram aplicadas 833 doses de vacinas (influenza, Hepatite B e DT) aos funcionários.

Programa de Aprendizagem

Considerando o acompanhamento que o Ministério do Trabalho e Emprego realiza junto à empregadora Apesc, em decorrência da Cota de Pessoas com Deficiência e devido à existência de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), para que a Instituição possa seguir a negociação das cláusulas de renovação do respectivo TAC ficou acordada a possibilidade de oferta de curso técnico-profissional para aprendizes com deficiência para sua capacitação, acompanhamento e inserção no mercado de trabalho.

O Curso de Aprendizagem Profissional para Assistente Administrativo, oferecido para pessoas com deficiência, está em andamento desde o final de 2016 e terá a duração de 17 meses, incluindo férias. Está estruturado em três módulos, com carga horária total de 1.280 horas, sendo 400 horas de teoria, desenvolvidas pelo Cepru, e 880 horas de prática aplicada em uma das mantidas da Apesc.