Missão

Proporcionar cuidado humanizado e de excelência em saúde, com foco na vida e no acolhimento com qualidade, na construção de conhecimento e na sustentabilidade.

Visão

Ser hospital de referência regional, comprometido com qualidade, sustentabilidade, ensino, desenvolvimento científico e inserção comunitária.

Princípios

  • Humanização;
  • Ética;
  • Excelência;
  • Sustentabilidade;
  • Desenvolvimento Humano;
  • Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Propósito

Cuidar das pessoas, com excelência técnica e ética.

Dentre as inúmeras realizações de 2018 do HSC, destacam-se:


  • A Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Adulto do Hospital Santa Cruz foi habilitada, em julho, com o nível 3 de excelência, nível máximo que pode ser alcançado por uma UTI, atingindo mais uma das metas do Plano de Gestão de Especialização em Medicina Intensiva implementado pelo HSC em 2015.
  • Credenciamento do HSC para prestar serviços de Oftalmologia por meio do Sistema Único de Saúde (SUS) para os municípios de Santa Cruz do Sul, Passo do Sobrado, Sinimbu, Vale Verde e Vera cruz, conforme Resolução nº 087/18 – CIB/RS. O serviço iniciou em agosto e funciona junto ao espaço físico da Unidade Ambulatorial do curso de Medicina.
  • A implantação do Prontuário Eletrônico do Paciente (PEP), da MV Sistemas, que permite reunir em um único local todos os registros da assistência prestada ao paciente e, consequentemente, simplificar o armazenamento de dados, facilitar a rotina dos profissionais de saúde e apresentar as informações de forma mais estruturada e integrada.
...
...

Integração com a Comunidade: saúde, ensino, pesquisa e extensão


O HSC, a partir de sua certificação como Hospital de Ensino, têm-se tornado importante lócus de desenvolvimento da saúde da população em sua região de abrangência. Na tríade “ensino”, “pesquisa” e “assistência” há a constante preocupação com a promoção da saúde e a responsabilidade de qualificar a atenção aos seus agravos.

Na mesma proporção em que aumenta sua qualificação técnica, o HSC trabalha no contexto das inovações tecnológicas, da humanização da atenção e da formação de profissionais conscientes das necessidades de saúde da comunidade. Além disso, os inúmeros projetos de pesquisa, de ensino e de extensão colaboram com a sua integração à rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS), respeitando os fluxos da complexidade do atendimento, bem como da referência e contrarreferência.

Com o objetivo de prestar serviços de saúde cada vez mais qualificados e resolutivos e desenvolver padrões de excelência assistencial/acadêmica, o HSC conta com:

  • Docentes e acadêmicos dos cursos das áreas de Ciências Biológicas e Saúde, Ciências Exatas, da Terra e Engenharias e Ciências Sociais Aplicadas e de cursos de pós-graduação da Unisc, assim como cursos técnicos do Cepru, desenvolvendo atividades relacionadas à assistência de pacientes e pesquisas. Em 2018, 923 estudantes realizaram atividades de estágio, aulas práticas e visitas observacionais em diversas áreas de conhecimento. Além disso, foram desenvolvidos 102 projetos de pesquisa;
  • Curso de graduação em Medicina, oferecido pela Unisc, com atividades curriculares permanentes nos últimos dois anos do curso (internato) nas áreas de Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia, Pediatria, Intensivismo e Urgência/Emergência. Em 2018, foram prestados 10.017 atendimentos médico-hospitalares a pacientes SUS por meio do Ambulatório Acadêmico do curso, bem como procedimentos nas próprias estruturas do HSC;
  • Localizado no espaço físico da Unidade Ambulatorial do curso de Medicina, o Ambulatório de Alta Complexidade Cardiovascular atende pacientes eletivos e no pré e pós-cirúrgico. Em 2018, foram realizados 4.732 atendimentos a pacientes SUS;
  • Programas próprios de Residência Médica (Pós-Graduação Lato Sensu), credenciados pela Comissão Nacional de Residência Médica, nas áreas de Medicina de Família e Comunidade, Cirurgia Geral, Clínica Médica, Ginecologia e Obstetrícia e Pediatria.



  • Recebimento, em julho de 2018, de ofício com parecer de reconhecimento do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde (PRMS) pelo Ministério da Educação.
  • Participação do HSC em projetos internacionais e nacionais no campo da Medicina Intensiva:
  • - UTI Visitas: avaliação da visita ampliada em UTIs Brasileiras (coordenado pelo Hospital Moinhos de Vento);

    - BaSICS - Estudo Randomizado (desenvolvido pelo Instituto de Pesquisa do Hospital do Coração de São Paulo e, no HSC, pelo coordenador médico da UTI Adulto);

    - Acordo de colaboração e coordenação entre HSC e Henry Ford Health System para otimização do uso de antibióticos nas UTIs de países da América Latina, minimizando a resistência bacteriana.


Participação em Conselhos


O Hospital Santa Cruz integra o Sistema Nacional de Vigilância Epidemiológica com o serviço de vigilância de agravos de notificação compulsória, tendo expressiva representatividade na comunidade. A relevância do Hospital para a comunidade local, regional, estadual e nacional é reiterada pela participação do HSC em diversos conselhos e associações. O conhecimento e a experiência agregados pela participação nesses órgãos refletem-se nos projetos e nos programas permanentes desenvolvidos no HSC.

Recursos Humanos


Benefícios

A mantida HSC oferece aos seus funcionários:

  • Plano de saúde médico e odontológico;
  • Subsídio de parte do custo com refeições;
  • Descontos em cursos do Cepru e da Unisc;
  • Descontos na Escola Educar-se;
  • Auxílio estudante;
  • Auxílio creche;
  • Internação em leitos privativos.

Capacitações

Ao longo de 2018, as capacitações promovidas pelo HSC contaram com  8.049 participantes. Foram realizadas 17.634 horas de capacitação para os funcionários, atingindo uma média de 2 horas por funcionário. Os principais assuntos abordados foram: integração de novos funcionários, saúde e segurança do trabalhador, qualificação da área assistencial e segurança do paciente. O principal objetivo é a qualificação e a atualização constante dos profissionais do HSC que conta, desde 2013, com o Serviço de Educação Permanente (SEP), voltado especificamente ao aperfeiçoamento das práticas dos profissionais de enfermagem, garantindo a segurança e a excelência nos atendimentos prestados.


Curso de Instrumentação Cirúrgica

O HSC ofertou a segunda edição do curso de extensão em Instrumentação Cirúrgica, com 36 vagas e o total de 120 horas teórico-práticas. O objetivo foi qualificar os profissionais técnicos de Enfermagem e de outras áreas da saúde que atuam ou desejam atuar na área de instrumentação em serviço de saúde, com foco na Segurança do Paciente. Participaram funcionários do HSC e profissionais de Santa Cruz do Sul e de outros municípios da região.



Programa Acolher PCD (Pessoas com Deficiência)


Em 2018, foram realizadas as seguintes ações:

  • Preparação e sensibilização de equipes (Equipe que Acolhe): capacitações teóricas e vivências de sensibilização em espaços de informação e reflexão, com o propósito de tornar as equipes melhor preparadas para receber e acolher os profissionais com deficiência. Em 2018, foram realizadas 10 sensibilizações, que contaram com a participação de 61 funcionários, incluindo um espaço de formação aberto a todos os trabalhadores com a equipe da Apae de Santa Cruz do Sul;
  • Acompanhamentos ao funcionário e à equipe: com o objetivo de promover a integração e o trabalho coletivo, o HSC proporciona momentos de conversa e de avaliação do desenvolvimento de cada funcionário com deficiência, bem como das equipes onde estão inseridos, de forma mais próxima e sistemática, no intuito de auxiliá-lo em suas dificuldades, caso ocorram. Em 2018, foram realizados 23 acompanhamentos individuais e 19 destinados às equipes e/ou gestores;
  • Acompanhamentos ao funcionário e à equipe: a sistemática de acompanhamento e captação de currículos de programa possibilitou, em 2018, a contratação de 12 novos funcionários efetivos ao quadro de trabalhadores e cinco funcionários vinculados ao programa de aprendizagem da Apesc.

Psicologia Organizacional e do Trabalho


O HSC desenvolve diferentes ações voltadas à saúde mental e ao desenvolvimento dos seus funcionários. As ações ocorrem mediante oferta de espaços individuais e/ou coletivos a todas as pessoas que necessitam de orientação para lidar com problemas pessoais ou decorrentes do processo de trabalho, bem como para o desenvolvimento das equipes. Além disso, também são disponibilizados atendimentos aos gestores, com o intuito de lhes propiciar suporte nas diversas situações relacionadas à gestão de pessoas. Em 2018, foram realizados 154 atendimentos individuais, 75 orientações a gestores e 30 acompanhamentos funcionais, contemplando 259 funcionários.

Programa de Qualidade de Vida HSC - “Equilibre-se”


Por meio desse Programa, o HSC, utilizando-se de estratégias de prevenção e promoção da saúde em espaços de cuidado, promotores de sentido, de autoconhecimento e reflexão em relação ao próprio processo de trabalho, bem como sobre diferentes dimensões de sua vida, proporciona aos seus colaboradores oportunidades de avaliar suas condições de saúde e ser protagonistas das mudanças necessárias.

As atividades ocorrem dentro da jornada formal e em todos os turnos de trabalho, mediante o envolvimento de profissionais de Educação Física, Psicologia, Medicina e Enfermagem do Trabalho do HSC, com a participação de alunos da residência multiprofissional em Educação Física, de graduação e pós-graduação de diversos cursos, além de voluntários.

Em 2018, foram oferecidos espaços de relaxamento (massagem, Reiki e meditação conduzida), exercícios terapêuticos (Lian Gong), Ginástica Laboral, oficinas de trabalhos manuais e rodas de conversa. Considerando essas atividades, foram realizados 11.625 atendimentos.

Algumas avaliações dos referidos momentos:

Acho fundamental esse espaço para os funcionários no Hospital. Precisamos de momentos de paz, relaxamento e de olhar para nós mesmos. Obrigada!”

Maravilhoso! Me ajuda muito, já evoluí muito, aprendendo os exercícios para melhorar a postura.”

Ótima atividade. Obrigada por proporcionarem espaços em que possamos relaxar e diminuir a ansiedade que muitas vezes absorvemos pela correria do trabalho. Energia boa.”

Muito legal a atividade, nos lembra que não devemos esquecer de nós mesmos. Precisamos estar bem conosco para podermos cuidar dos outros!”



Bem-vindo HSC


Pensando em desenvolver uma metodologia para melhor acolher e preparar os profissionais de enfermagem que iniciam suas atividades na Instituição, o Hospital conta com o Programa Bem-Vindo HSC para capacitar e desenvolver recursos humanos por meio de treinamentos teóricos e práticos (incubação). Em seu quinto ano de atuação, 85 profissionais, entre Técnicos de Enfermagem e Enfermeiros, passaram em 2018 pelo Programa, em suas áreas específicas de atuação.

Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE)


O HSC, na busca constante pela qualificação na assistência aos pacientes, implementou integralmente, em 2018, a Sistematização da Assistência de Enfermagem em suas unidades de internação (Alas São Francisco, Santa Clara e Santo Antônio) e na UTI Adulto. A próxima etapa desse processo ocorrerá na área materno-infantil do Hospital.

Essa é considerada a metodologia ideal para a equipe de enfermagem aplicar seus conhecimentos técnicos e científicos na prática assistencial, favorecendo o cuidado integral ao paciente. A SAE compreende cinco etapas: identificação de problemas de saúde do paciente, delineamento do diagnóstico de enfermagem, instituição de um plano de cuidados, implementação das ações planejadas e avaliação. O Grupo de Trabalho é composto por cerca de 20 profissionais, contemplando enfermeiros do HSC, residentes de enfermagem, acadêmicos e docentes da Unisc.

Programa de DesEnvolvimento de Gestores: Alçando voos de liderança


Voltado especificamente aos gestores do HSC, é um programa que oportuniza o desenvolvimento de temáticas e ferramentas para impulsionar e facilitar o processo de gestão de pessoas, de forma qualificada e eficaz. Em 2018, ocorreram 10 encontros, realizados bimestralmente em formato de workshop, com carga horária total de 40 horas e 252 gestores participantes.

Programa InterAgir


Iniciativa voltada ao público interno, o programa foi apresentado na 39ª edição da Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho (Sipat) do Hospital, em setembro, e tem como objetivo possibilitar espaços de comunicação quanto a diferentes fluxos e processos, especialmente os que se referem às políticas de recursos humanos, saúde e segurança dos trabalhadores. Com o intuito de garantir isonomia, transparência e diálogo, o programa conta com duas ferramentas principais:

  • Formulário InterAgir - disponível impresso ou acessível pela intranet a todos os funcionários, serve como instrumento de comunicação direta e, se necessário, anônima.
  • Rodas de conversa - são espaços de diálogo oferecidos em todos os turnos de trabalho, com o objetivo de fortalecer a comunicação interna, especialmente entre equipes de Recursos Humanos e funcionários, para sanar as dúvidas mais frequentes.

Serviço Especializado em Segurança e Medicina do Trabalho (SESMT)


Em 2018, foram registrados 68 acidentes de trabalho. O SESMT manteve o foco nas integrações de novos funcionários, realizando treinamentos por meio de Ordens de Serviço específicas, aplicadas em diversas áreas da Instituição. Foram, ainda, realizadas capacitações direcionadas aos gestores, com o objetivo de reduzir o número de acidentes e reforçar o fluxo para notificação de acidentes de trabalho.

No Serviço de Medicina do Trabalho foram realizados 1.399 atendimentos, entre avaliações, exames admissionais, demissionais, periódicos, mudança de função e retorno ao trabalho. Foram aplicadas 971 doses de vacinas (influenza, Hepatite B e DT) aos funcionários.

O HSC realizou, em setembro, sua Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho, com rodas de conversas e palestra sobre sustentabilidade. Foi realizada, em todos os setores do HSC, campanha de conscientização sobre o uso e descarte adequado de materiais perfurocortantes, além de outras atividades voltadas à saúde, à segurança e ao bem-estar dos trabalhadores.

A Brigada de Emergência, composta por funcionários voluntários, reuniu-se em diversas oportunidades para estudos teóricos e práticos, bem como para realização de simulados práticos de combate a incêndio. O último desses treinamentos aconteceu no mês de dezembro, sendo realizado o uso da pista de combate a incêndio da empresa Phillip Morris.

O HSC mantém o Programa 5S, que visa à organização e à identificação dos ambientes e mobiliários, ao consumo consciente de materiais de escritório e ao descarte de resíduos em todos os setores assistenciais e turnos de trabalho, permitindo constatar o nível de consciência ambiental por parte dos avaliados, entre outros itens. Importantes melhorias são percebidas a cada auditoria, que ocorre duas vezes ao ano.

O SESMT implantou, em 2018, o programa de reconhecimento Seja + HSC, com o objetivo de estimular a melhoria contínua, reduzir o número de acidentes de trabalho, aumentar a visibilidade da importância do descarte correto de resíduos e melhorar a organização dos setores do HSC como um todo. Foram estabelecidos critérios para reconhecimento dos setores com melhores desempenhos, considerando os seguintes itens: iniciativas, participação em capacitações, pontuação do 5S, acidentes de trabalho e meio ambiente. Esse programa contemplou todos os setores da instituição, que foi dividida em três áreas: Assistencial, Administrativa e Apoio, quando foram reconhecidos e premiados os dois maiores pontuadores de cada área.

Evolução de Pacientes / Atendimentos


  2010 2011 2012 2013 2014 2015 2016 2017 2018
Número de Leitos 184 191 191 234 248 232 232 232 232
Internações 9.730 10.658 11.950 13.319 12.633 12.188 11.115 10.539 10.788
Média Geral de Permanência (dias) 4,30 4,42 3,78 3,94 3,80 4,02 4,20 4,04 4,05
Procedimentos Cirúrgicos Totais 6.859 6.843 8.453 9.219 10.561 10.504 10.747 11.248 11.080
Partos (normais e cesáreos) 1.409 1.474 1.665 1.871 1.909 1.975 1.877 1.894 2.222
Atendimentos Ambulatoriais 180.583 196.559 213.226 222.834 229.399 197.533 187.491 159.129 158.076
Refeições Servidas 318.512 354.177 358.385 401.834 413.248 387.018 368.698 361.756 377.666
Processamento de Roupas (kg) 353.947 355.027 410.427 450.414 469.128 473.238 453.797 461.630 515.907

Meio Ambiente


Ações relacionadas ao meio ambiente desenvolvidas em 2018:

  • A Comissão Interna de Meio Ambiente, composta por uma equipe multidisciplinar, atuou, em 2018, de forma constante e muito próxima aos colaboradores, valorizando cada ação e participação das pessoas na preservação do ambiente. Foram realizadas capacitações, com destaque ao projeto desenvolvido em parceria com o Programa Equilibre-se, quando se intensificaram as orientações sobre o descarte de resíduos orgânicos que, posteriormente, foram transformados em adubo e utilizados no plantio de uma horta de chás e temperos, consumidos durante o ano nas refeições preparadas pelo Hospital.
  • Todas as pessoas que iniciaram suas atividades no HSC ao longo do ano receberam, no momento da integração, informações sobre descarte de resíduos, uso racional de água, energia elétrica e insumos.
  • Em 2018, ocorreu a integração das auditorias do Programa 5s com a avaliação ambiental do HSC, nascendo o 5s + Meio Ambiente, que passou a integrar o programa de reconhecimento Seja + HSC.
  • Obtenção de Certificado de energia Renovável: A migração da energia elétrica convencional para a energia obtida por meio do Ambiente de Contratação Livre, ou Mercado Livre, implantada pelo HSC em 2017, rendeu à Instituição, no ano de 2018, o Certificado de Energia Renovável. O certificado é uma distinção que reconhece as iniciativas institucionais ou empresariais que utilizem somente energia elétrica proveniente de fontes limpas, totalmente renováveis e que não agridam ao meio ambiente, sendo que os dados para cálculo de emissões de Gases de Efeito Estufa seguem reconhecidas metodologias internacionais para esse fim.
  • Projeto Bem na Tampa: Lançado pelo HSC em julho de 2018, o projeto consiste na coleta de tampas plásticas de qualquer tipo e de lacres metálicos de latinhas, com os seguintes objetivos: retirá-los do meio ambiente; promover a conscientização ambiental da comunidade; desenvolver a construção de atitudes para a preservação; contribuir com a perspectiva institucional de sustentabilidade: incentivar ações de educação permanente. Com apoio dos parceiros foi coletada, nos primeiros seis meses de existência do projeto, uma tonelada de tampas plásticas e lacres metálicos, demonstrando a consciência e o engajamento da comunidade de Santa Cruz do Sul e da região na preservação do meio ambiente.


Programas e projetos permanentes


Área Materno-Infantil


Os cuidados de saúde materno-infantil envolvem áreas multidisciplinares e com grande diversidade de serviços hospitalares para a garantia da saúde da mulher e de crianças, na faixa etária de zero a 12 anos. Com o incentivo ao aleitamento materno exclusivo e à promoção do contato precoce do trinômio mãe-pai-bebê, aumenta-se o vínculo afetivo e a interação familiar, fatores que contribuem para a melhoria contínua das condições de vida das pessoas e colaboram efetivamente na redução da morbimortalidade materna, fetal, neonatal e infantil.

O HSC é referência em partos de alto risco para os municípios que integram a 13ª Coordenadoria Regional de Saúde do Estado e mantém referência e contrarreferência com a rede básica de saúde do município de Santa Cruz do Sul. Mães e bebês que recebem alta da Maternidade, assim como os bebês da Unidade de Cuidados Intermediários do HSC, saem com consultas pré-agendadas nos postos de saúde de referência do seu endereço.

Projetos na área materno-infantil realizados em 2018:


Projetos Objetivos
Serviço de Incentivo ao Aleitamento Materno (Siama) Conscientizar, orientar e estimular as gestantes sobre a importância e os inúmeros benefícios do aleitamento materno para as crianças. Para tanto, são atendidas gestantes, parturientes e puérperas internadas no HSC, além de pacientes que já tiveram alta, mas que permaneceram junto ao filho no alojamento materno.
Método Mãe-Canguru Modalidade de assistência neonatal preconizada pela Norma Brasileira de Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso. O serviço promove o contato precoce, pele a pele, entre a mãe e o filho, de forma crescente e pelo tempo que ambos considerarem prazeroso e suficiente. Os pais têm livre acesso às UTIs Neonatal e Pediátrica e à Unidade de Cuidados Intermediários (UCI), o que permite maior participação no cuidado do seu recém-nascido.
Alojamento Materno Como forma de promover o contato ininterrupto com o filho recém-nascido e seu aleitamento, o HSC disponibiliza gratuitamente um alojamento conjunto para a mãe que já tenha recebido alta da maternidade. Em 2018, 64 mães que acompanharam seus filhos internados pelo SUS na UTI Neonatal, na UTI Pediátrica e na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) foram beneficiadas com 498 diárias no alojamento gratuito.
Gestantes

O HSC dispõe dos seguintes projetos voltados às gestantes:

- Visitação de gestantes: a maternidade do HSC é aberta mensalmente para visitação das gestantes e de seus familiares que, através de visitas guiadas por profissional do Serviço Integrado de Atendimento Psicossocial (SIAP), podem conhecer e se familiarizar com o ambiente hospitalar e a equipe assistencial que irá acolhê-los antes do parto, incentivando a promoção da acolhida antecipada. Em 2018, 390 pessoas realizaram visitas à maternidade;

- Encontro de Gestantes: são bimensais, com duração de um dia e vagas limitadas, destinadas a gestantes e seus acompanhantes. Em cada encontro são realizadas palestras específicas para o pré-parto, parto e pós-parto. As palestras são ministradas por assistentes sociais, psicóloga clínica, enfermeiras e nutricionistas do HSC. A participação é gratuita e em 2018 ocorreram seis edições do encontro, com 182 participantes;

- Grupo de Atenção às Gestantes de Alto Risco: em 2018, acadêmicas do curso de psicologia da Unisc em estágio curricular, sob a supervisão de profissionais do Serviço Integrado de Atendimento Psicossocial do Hospital (Siap), deram continuidade à proposta de cuidado em grupo às mulheres internadas na maternidade do HSC por complicações que a qualificam como uma gestação de alto risco. Entre os temas norteadores dos encontros, o desenvolvimento do bebê, aspectos psicológicos da gestação, direitos da gestante e da puérpera e os mitos e as verdades sobre a gestação foram destaque. O grupo, que também contou com a participação de residentes e acadêmicos de Serviço Social, realizou, em 2018, oito encontros, com a presença de 29 pacientes.

Programa Bem-me-quer Promove a qualidade de vida da população por meio da ampliação e da implementação de ações nas áreas da saúde, da educação, da assistência social e da habitação, com o apoio da sociedade, que visam à diminuição da mortalidade infantil.
Grupos Aconchego e Bebê a Bordo São espaços de apoio para atender às diferentes demandas de pais e familiares das crianças internadas na Unidade de Cuidados Intermediários e nas UTIs Neonatal e Pediátrica do HSC. São trabalhados os sentimentos envolvidos frente à hospitalização, auxiliando no cuidado à criança de forma acolhedora e humanizada, estreitando os vínculos da equipe profissional com as famílias. Em 2018, ocorreram 11 encontros, com 46 participantes.
Projetos voltados aos bebês internados na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) Neonatal e/ou na Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) do HSC

- Hora do Conforto: ocorre na UTI Neonatal e na UCI e é um momento que oferece maior descanso e serenidade aos bebês. Para tornar o ambiente o mais similar possível ao útero materno, são utilizados o silêncio e as redes neonatais instaladas nas incubadoras, que oferecem conforto, calmaria, estímulo sensório-motor, recuperação rápida e reeducação dos gastos de energia calórica, favorecendo o ganho de peso dos bebês;

- Musicoterapia: são duas sessões diárias de música, realizadas três vezes por semana na UCI, em simultâneo à Hora do Conforto. Além do alívio da dor e do estresse, a musicoterapia promove melhora nas respostas fisiológicas dos recém-nascidos, no aleitamento materno e no vínculo entre pais e bebês;

- Ofurô: a UCI do HSC utiliza, desde 2017, o método de banho de ofurô, propiciado somente a bebês em situação estável. O ambiente é cuidadosamente preparado para a sessão, com minimização dos ruídos e uso concomitante da musicoterapia, auxiliando o bebê a relaxar;

- “Meu Amiguinho dos Sete Mares”: realizada na UCI e na UTI Neonatal do HSC, a atividade consiste na utilização de polvos de crochê confeccionados e doados pela comunidade como recurso terapêutico ao processo de recuperação de recém-nascidos prematuros que internam nestes locais. A intenção é que, quando abraçado, o brinquedo transmita tranquilidade e proteção ao bebê, já que os tentáculos remetem ao cordão umbilical e causam a sensação de segurança parecida à do útero materno.

Terapias Alternativas no Centro Obstétrico (TACs) O Centro Obstétrico do HSC disponibiliza às pacientes as seguintes terapias alternativas e complementares (TACs): deambulação, utilização da bola suíça, banho de aspersão, exercícios respiratórios, aromaterapia, musicoterapia e massagem com óleos essenciais. As terapias são disponibilizadas na sala de pré-parto às parturientes que manifestem interesse em pelo menos uma delas, podendo ser utilizadas de forma concomitante, independente da escolha da via de parto.
Projeto de Revitalização da Pediatria do HSC

Iniciado em 2016, tem como objetivo contribuir para uma recuperação mais rápida das crianças internadas, oferecendo a elas um ambiente lúdico e acolhedor, além da possibilidade de desenvolver a autoestima, bem como aspectos cognitivos e afetivos. Em 2018, foram realizadas diversas ações:

- Visitas a escolas do município e da região para a divulgação dos livros do Lino, personagem do projeto;

- Lançamento do sexto volume da Coleção Lino: “Lino nos 110 anos do Hospital Santa Cruz”;

- Realização de um jantar beneficente, em parceria com o Curso de Gastronomia da Unisc;

- Com a iniciativa do Programa de Inserção Comunitária da Unisc e do curso de Letras, os estudantes implantaram bibliotecas nas unidades São Francisco e Pediatria, com o intuito de incentivar a leitura dos pacientes e acompanhantes;

- Cerca de 120 estudantes e um propósito: revitalizar a ala da Pediatria do Hospital Santa Cruz. Esse foi o desafio proposto para as turmas do 6º e 8º anos do Ensino Fundamental do Colégio Marista São Luís, dentro da disciplina de Matemática, ao longo do ano de 2018. Os alunos realizaram visitas às unidades do Hospital para conhecer as necessidades dos ambientes e, a partir dessas necessidades, elaboraram diversas propostas de revitalização, assim como realizaram ações para arrecadar verba para sua implantação.

Brique Solidário da Pediatria Com duas edições realizadas em 2018, foram vendidos itens como brinquedos novos (doação) e restaurados, fantoches e livros da Coleção do Lino, sendo que as crianças também tiveram a oportunidade de trocar dois brinquedos usados por um restaurado. Os valores arrecadados foram revertidos para a compra de materiais para a Pediatria do HSC.  
Correio do Lino O objetivo é proporcionar um momento lúdico, de descontração e criatividade para as crianças, fazendo com que uma relação entre elas e o personagem Lino seja criada, fazendo com que esqueçam, mesmo que por alguns instantes, o motivo que as faz estar no hospital, minimizando os efeitos negativos causados pela internação.
Certificado de Coragem A internação hospitalar é um período desafiador para as crianças. Por isso, a Pediatria do HSC entrega Certificados de Coragem, ilustrados com os personagens infantis Lino e Laila, àquelas que passam por procedimentos dolorosos, como recebimento de soro e injeção. A intenção é que os pequenos possam se sentir motivados a enfrentar situações que, apesar de delicadas e longe do contexto em que estão acostumados a conviver, são necessárias para seu tratamento médico. Com a iniciativa, as crianças podem descobrir que a internação não é feita somente de momentos negativos, mas também de superação.
Cinoterapia Em parceria com o Corpo de Bombeiros de Santa Cruz do Sul, o HSC iniciou, em março, um projeto que estimula a interação entre cães e pacientes internados na Pediatria. A pastora alemã Lana e a collie Shiva realizam as visitas. Conhecida como cinoterapia, a prática tem como objetivo proporcionar um tratamento alternativo e acalmar as crianças, além de dar ao ambiente do hospital um clima familiar, beneficiando também a equipe profissional, que vivencia um momento diferente com a quebra na rotina. 
Humanização O Hospital Santa Cruz conta com o Grupo de Trabalho em Humanização (GTH), um espaço coletivo organizado, participativo e democrático, destinado a instaurar uma política institucional de resgate da humanização na assistência à saúde, em benefício dos usuários e dos profissionais de saúde, em concordância com a Política Nacional de Humanização (PHN). A expectativa do grupo é fortalecer, constantemente, a cultura de humanização, valorizando as ações já desenvolvidas, criando uma filosofia organizacional que promova a conjugação cotidiana do verbo humanizar. Prioriza-se o envolvimento dos trabalhadores nos programas e nas atividades institucionais, estimulando a participação, a interação e, em decorrência, uma aproximação maior com pacientes, acompanhantes e com a comunidade local.

Grupo de Acolhimento aos acompanhantes da Ala São Francisco


Seu objetivo é demonstrar a relevância da participação do acompanhante no processo saúde, doença e tratamento do paciente internado. Em 2018, foram realizados 18 encontros, com 59 participantes.

Segurança do Paciente


O Núcleo Interno de Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente (Nigersp) atua para garantir a ética e a qualidade nas atividades assistenciais, registrando e analisando os eventos adversos, orientando e acompanhando as estratégias para o desenvolvimento de novas práticas de saúde no que se refere à segurança do paciente. Dentre as ações desenvolvidas em 2018, destacam-se:

  • Continuidade do Plano de Segurança do Paciente;
  • Palestras realizadas para alunos e novos funcionários. Foram realizadas, em 2018, 29 palestras sobre a temática segurança do paciente, com a participação de 514 pessoas;
  • Lançamento do novo Manual de Diluição, troca e treinamento dos novos Gral e Pistilo, com reforço das orientações do manual de medicamentos que não podem ser triturados para administração via sonda, além da revisão dos procedimentos operacionais padrão das metas e alterações de vários desses materiais, com nova formatação e adequações, conforme os novos processos de trabalho;
  • Utilização do SBAR como nova ferramenta de passagem de plantão, inicialmente na UTI adulto e posteriormente para as unidades de internação clínica adulta;
  • Readequação das pulseiras de identificação e de classificação de risco;
  • Implantação da pulseira de risco amarela para os pacientes internados, que apresentam risco de queda;
  • Adoção de nova ferramenta de transferência e transporte interno de paciente grave;
  • Aplicação da Escala de Morse nas clínicas adulto;
  • Realização de levantamento bimestral dos indicadores da taxa de erro de administração de medicamentos;
  • Levantamento do indicador da taxa de infecção de cateteres de inserção periférica em consonância com o serviço de controle de infecção do HSC;
  • Banner Itinerante com metas internacionais de segurança do paciente para conscientizar os colaboradores e usuários para a prática segura e de qualidade, além de divulgar a cultura de segurança na Instituição.

Serviço Integrado de Atendimento Psicossocial (SIAP)


Contando com duas psicólogas clínicas e duas assistentes sociais, o SIAP tem por objetivo compreender as dimensões física, psicológica e social do sujeito atendido, valorizar uma atuação próxima e acolhedora, com um olhar sobre os recursos necessários ao bom enfrentamento da realidade imposta.

Campo de estágio aos estudantes dos cursos de Psicologia e Serviço Social, bem como atuação em preceptoria na Residência Multiprofissional Integrada em Saúde: Intensivismo, Urgência e Emergência (RMU), em 2018, realizou 3.121 intervenções de Psicologia Clínica, envolvendo atendimentos psicológicos a pacientes, acolhimento e orientação às famílias e aos acompanhantes, abordagem psicossocial, discussão de casos, contatos e encaminhamentos para os serviços socioassistenciais e de saúde do município e da região.

Foram realizadas, ainda, 5.403 intervenções do Serviço Social,  relacionadas às demandas sociais, incluindo atendimentos  a pacientes, familiares e/ou responsáveis, acompanhamentos, intervenções com a rede assistencial, de saúde e rede de proteção, dentre outras atividades de cunho social.

Núcleo de Epidemiologia


Há mais de 10 anos em atividade, tem como principal objetivo repassar os indicadores aos gestores municipais, estaduais e federais, auxiliando na missão de monitorar, controlar, minimizar e até evitar surtos e epidemias. As informações geradas contribuem, inicialmente, para orientar intervenções dos serviços e reduzir a transmissão mediante a detecção de agravos coletivos em condições especiais de risco e vulnerabilidade, refletindo diretamente no planejamento e desenvolvimento de ações nos programas de saúde. Em 2018, foram realizadas 701 notificações/investigações de doenças.

Programa de Reabilitação Cardiorrespiratória


É um programa multidisciplinar que cuida dos pacientes submetidos a cirurgias cardíacas no Hospital Santa Cruz (HSC) e dos pacientes portadores de Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), projetando o melhor aperfeiçoamento físico, o desempenho social e a autonomia de cada paciente. Realiza também atendimentos voltados às patologias pulmonares, cardíacas e vasculares junto ao público que utiliza os serviços do Centro de Especialidades Médicas do Hospital.

Agosto Dourado


Simboliza a luta pelo incentivo à amamentação em 30 dias dedicados a ações que buscam conscientizar mães, família e a sociedade sobre importância do aleitamento materno nos primeiros anos de vida do bebê. Na primeira semana do mês, a área materno-infantil do HSC foi decorada com a cor da campanha e diversas atividades foram desenvolvidas.

Setembro Amarelo


O Setembro Amarelo é uma campanha de conscientização sobre a prevenção do suicídio, com o objetivo de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no mundo. No Brasil, o índice é crescente, enquanto Santa Cruz do Sul é um dos municípios recordistas nesse tipo de morte. Por esse motivo, o Grupo de Trabalho em Tentativa de Suicídio e Situações de Violência do HSC, composto por funcionários, estagiários e residentes, em parceria com o Serviço Integrado de Atendimento Psicossocial e o Grupo de Trabalho em Humanização (GTH) da Instituição, promoveu diversas ações de valorização da vida e de prevenção ao suicídio.

Outubro Rosa


O Centro de Diagnóstico e Intervenção por Imagem (CDII) do HSC integra e apoia, anualmente, o movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa. Durante o mês, o Serviço enfatizou a importância da prevenção do câncer de mama. Com o resultado das ações alusivas a esse movimento, foi possível oferecer à comunidade, por meio da Secretaria de Saúde de Santa Cruz do Sul, de forma totalmente gratuita, 65 exames de mamografias, para realização em 2019.

Voluntariado


Em 2018, em torno de 15 voluntários realizaram, na Pediatria e na Ala São Francisco, ações como contação de histórias, xadrez, atividades com palhaços Risoterapeutas e Só Risos, entre outras, além de atuarem na organização do espaço destinado às doações recebidas pelo Hospital.



Comissões, comitês, núcleos e equipes


O HSC dispõe de variadas comissões, comitês, núcleos e equipes de caráter permanente, formadas por profissionais multidisciplinares, cujas responsabilidades variam conforme suas especificidades individuais. Seus objetivos são a preservação da vida, a promoção da saúde das pessoas e do ambiente, a melhoria de processos, a humanização, a segurança e o desenvolvimento, para que a Instituição possa, cada vez mais, oferecer serviços de saúde de qualidade.


As comissões, comitês, grupos, núcleos e equipes são as seguintes:

  • Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT)
  • Grupo de Trabalho de Humanização (GTH)
  • Equipe Multiprofissional de Terapia Nutricional (EMTN)
  • Comissão de Documentação Médica e Estatística
  • Comissão de Ética
  • Comissão Interna de Mortalidade Materno-Infantil
  • Comissão de Controle de Infecção Hospitalar
  • Comissão Interna de Prevenção de Acidentes
  • Comissão de Óbitos
  • Comissão de Revisão de Prontuários
  • Comitê Hospitalar Transfusional
  • Comissão de Padronização de Medicamentos
  • Comissão de Padronização de Materiais e Equipamentos
  • Comissão Interna de Ergonomia
  • Comissão do Meio Ambiente
  • Núcleo Interno de Gerenciamento de Risco e Segurança do Paciente (Nigersp)
  • Grupo de Gestão em Enfermagem
  • Comissão de Residências Coreme/Coremu
  • Comissão de Processamento de Produtos para a Saúde
  • Comissão Interna de Avaliação de Feridas
  • Comitê de Proteção Radiológica Integrado (CPRI)