Ano a ano, e entre novos desafios, a Educar-se mantém sua essência: contribuir para a aprendizagem e para o desenvolvimento do estudante.


O ano de 2020 foi de grandes desafios para a Escola de Educação Básica Educar-se. Com a suspensão das aulas presenciais, no dia 17 de março de 2020, a Instituição precisou readequar suas práticas pedagógicas e administrativas, buscando alternativas que garantissem o andamento do ano letivo com qualidade e eficiência. Apesar do cenário adverso, a Escola teve êxito nas diversas atividades e nos eventos promovidos em formato virtual.

Foram muitas as interfaces e plataformas utilizadas nas atividades escolares nesse período de distanciamento social. Para manter a qualidade no ensino, houve uma reconfiguração pedagógica que promoveu aperfeiçoamento nas metodologias de ensino-aprendizagem em consonância com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Todas essas transformações asseguraram que os estudantes pudessem seguir contando com um ensino qualificado.





número de alunos

2020

2019

2018

567

539

530

bolsas integrais e parciais

2020

2019

2018

123

121

111

número de alunos

2020

2019

2018

567

539

530

bolsas integrais e parciais

2020

2019

2018

123

121

111

A plataforma de ensino Google Classroom foi utilizada com as turmas do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio. Já com o Ensino Fundamental I, foi utilizada a plataforma Zoom, devido à melhor adequação das crianças com o formato.

Nesse período de ensino remoto, também foi constituída uma rede de apoio aos estudantes e a suas famílias, em especial para aqueles com necessidade de acompanhamento pedagógico. Além dos encontros com os professores titulares, a Educar-se disponibilizou o acompanhamento de monitoras que realizaram um trabalho de tutoria constante.

Entre as muitas dinâmicas, destacamos a palestra virtual “Os segredos para educar filhos felizes e realizados”, que aconteceu em outubro, com o psicólogo, professor de Matemática, escritor e mestre em Educação, Marcos Meier. O momento contou com grande repercussão na comunidade. A palestra segue disponível através do link.

Mesmo com as aulas remotas, a Educar-se investiu na reconfiguração da praça, com a aquisição de novos brinquedos; realizou modificações na cozinha; e adquiriu novos equipamentos para utilização no Laboratório de Informática. Ao longo do ano também foram construídas muretas, em frente ao acesso principal da Escola, no Bloco 8. A obra, realizada em parceria com a Associação de Pais e Mestres (APM), proporcionou mais segurança, conforto e bem-estar aos estudantes nos momentos de entrada e saída da Educar-se.

Ano a ano, e entre novos desafios, a Educar-se mantém sua essência: contribuir para a aprendizagem e para o desenvolvimento do estudante, para que exerça sua cidadania com ética, autonomia, criatividade, protagonismo, empatia, consciência, respeitando as singularidades no e para o coletivo.

Kits pedagógicos

para a alegria das crianças



Kits pedagógicos

para a alegria das crianças


Na Educação Infantil, a abordagem também foi repensada: o planejamento dos projetos dessa etapa envolve kits nas diversas áreas do saber. Por meio deles, as crianças podem explorar, brincar, criar e, assim, aprender. Os Kits, ansiosamente aguardados, propuseram diversas atividades para os alunos com apoio das famílias.

Grupos parentais

para integração a distância



Grupos parentais

para integração a distância


A Escola também buscou pensar em seus colaboradores, estudantes e famílias, tanto no sentido de acolhimento, quanto de escuta. O projeto Grupo Parental reuniu a comunidade escolar que foi convidada a dividir emoções, ansiedades e percepções por meio de plataforma on-line, com a mediação do Serviço de Orientação Educacional. Os encontros foram organizados por níveis, contemplando estudantes, pais e responsáveis da Educação Infantil ao Ensino Médio.


Oito medalhas

em competições nacionais



Oito medalhas

em competições nacionais


A participação de estudantes da Escola na Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e na Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG) resultou em oito medalhas. A Educar-se conquistou uma medalha de prata e três de bronze na OBA, e quatro de bronze na MOBFOG.

No total, 13 estudantes do 6º ano e do 1º ao 3º ano do Ensino Médio participaram das competições. As provas teóricas foram realizadas na primeira quinzena de novembro, no formato virtual. No período, também ocorreu o lançamento de foguetes, na pista de atletismo da Unisc.

Além de garantir a medalha de prata, o estudante Tales Mateus Rachor, do 2º ano do Ensino Médio, também foi convidado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) para participar da pré-seleção para as olimpíadas internacionais de Astronomia, em 2021.

Algumas das ações realizadas em 2020


Algumas das ações
realizadas em 2020


1

Empréstimo de notebooks para professores e estudantes;

2

Participação na campanha do agasalho promovida pela Unisc;

3

Promoção de festa julina online, com campanha de arrecadação de recursos financeiros à Associação de Auxílio aos Necessitados (Asan) de Santa Cruz do Sul;

4

Distribuição de cestas básicas a famílias de estudantes bolsistas;

5

Distribuição de máscaras de proteção facial aos estudantes e colaboradores;

6

Formatura drive-thru do 3º ano do Ensino Médio;

7

Criação da seção FAQ, no site da Escola, para o esclarecimento de dúvidas da comunidade escolar sobre a quarentena;

8

Seguimento do projeto BioEducar-se, com plantio de árvores frutíferas na Escola e colheita de esponjas naturais plantadas em 2019, entre outras ações com enfoque ambiental;

9

Campanha Aniversário Solidário da Associação de Professores e Funcionários (Apef), em parceria com a professora da Unisc, Ana Luísa Teixeira de Menezes, para arrecadar alimentos, agasalhos e cobertores em prol da comunidade indígena guarani Tekoá Ka Agui de Estrela Velha/RS;

10

Realização do Encontros com o Turno, com atividades especiais, online, durante o período de aulas remotas;

11

Publicação de dicas dos professores, nas redes sociais da Escola, para o período de quarentena.






Um livro
com a nossa história

Um livro com a nossa história


O ano de 2020 marcou a finalização do livro em comemoração aos 35 anos do educandário, completados em 2019.