Histórias da Unisc

       

 

DIAS INESQUECÍVEIS

Rosa Glesse

Era 4 de maio de 1993. À tardinha uma Comitiva, da qual tive o privilégio de participar, rumou para Brasília para no dia seguinte, 05 de maio, assistir à plenária do Conselho Federal de Educação em que foi aprovada a Universidade de Santa Cruz do Sul – UNISC.

A expectativa era grande. Tudo era festa. Eu viajava pela primeira vez em grupo e estava encantada com o ambiente fraternal. Lembro de alguns companheiros de viagem: especialmente da saudosa Profª Elizabeth Pires Rizatto e da Maira Zambiazi, que dividiram o quarto do hotel comigo. Lembro, ainda da Profª Rejane Alievi, do Prof. Campis, do Prof. João Pedro e do representante dos estudantes Gerson Trevisan. Chegando ao Hotel Bristol, o nosso querido e saudoso Prof.Wilson Kniphoff da Cruz, então Diretor-Geral das Faculdades Integradas de Santa Cruz do Sul, nos aguardava na Portaria e nos recebeu com o carinho de um pai. Levou-nos ao Restaurante do Hotel, onde mandara preparar uma apetitosa feijoada. Após uma hora de alegre confraternização todos se recolheram aos seus aposentos porque o dia seguinte seria de muito agito e muitas emoções.

Para a manhã do dia 5, o Prof. Wilson nos surpreendeu com um esplêndido city tour. Visitamos entre outros lugares a Esplanada dos Ministérios, a Praça dos Três Poderes, o Palácio do Planalto, o Memorial JK, várias Igrejas, entre elas, a belíssima Catedral de Brasília.

À tarde, após visita à Câmara dos Deputados e ao Senado, nos dirigimos ao prédio em que funcionava o Conselho Federal de Educação para assistir à sessão plenária em que foi relatado e defendido com brilhantismo pelo Dr. Raulino Tramontin o projeto da Universidade de Santa Cruz do Sul. No início o grupo se entreolhava com ansiedade, não conseguindo esconder certo nervosismo que se esvaía à medida em que o projeto era elogiado e defendido por Conselheiros, dando vazão à emoção e à alegria.

Para surpresa minha, quando já estava fora do prédio, o Dr. Raulino veio a passos rápidos ao meu encontro para me abraçar e entregar a cópia do Parecer de aprovação da nossa querida UNISC. Estava aí a coroação do trabalho realizado pelos dirigentes, pela Comissão responsável pela elaboração do projeto da Universidade e por toda a comunidade acadêmica que há muitos anos alimentava o sonho de ver nascer a Universidade de Santa Cruz do Sul.

Todas as preocupações ficaram de lado para dar lugar à comemoração. No Hotel em que estávamos hospedados foi servido um delicioso jantar regado a vinho para autoridades e nossa Comitiva. A satisfação de todos era contagiante.

No dia seguinte, pela manhã, embarcamos de volta para a nossa querida Santa Cruz do Sul, sendo recebidos, ao estalido dos foguetes e com muita festa no saguão do prédio da Rua Coronel Oscar Jost, 1551. Em meio a esse clima de entusiamo e alegria e sob a liderança do Prof. Wilson, agora Reitor da nova Universidade, começaram os preparativos para a instalação da Universidade, que só era possível após a publicação da Portaria de Credenciamento o que ocorreu no dia 25 de junho de 1993. A instalação não representava apenas festejos, significava muito trabalho. Faziam-se necessárias adaptações de normas e documentos, muito planejamento e ações concretas para implantar a Universidade de qualidade que hoje orgulha a todos nós.

 

Associação Pró-Ensino em Santa Cruz do Sul - APESC